quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Silêncio


Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.

Eugénio de Andrade

Silêncio



Um comentário:

  1. Nara, escolheu tão bem!
    Obrigado por trazer o Eugénio.

    beijo :)

    ResponderExcluir